Esse site utiliza JavaScript para algumas funções.
Ir para o conteúdo

A Turma

Associação social sem fins lucrativos, fundada oficialmente em 2015, tendo sua gestão realizada por Conselho não remunerado que visa implementar e garantir a Educação Inclusiva dentro das escolas públicas.

Voluntários e participantes

  • Liliana Tuneu Tzirulnik
  • Fernanda Maria Telhada Kakinoff
  • Claudia Storte
  • Adriana Nazar
  • Renata Galvão
  • Isabela Velletri

Patrocinador:

Parceiros

O joão Jiló

Assim como todo primeiro filho, João chegou cercado de muita expectativa, amor e atenção de toda a família. Mostrou-se diferente desde o seu nascimento, e aos quatro meses de idade, alguns exames confirmaram um desenvolvimento neuropsicomotor fora dos parâmetros e uma hipotonia bastante considerável. Mesmo assim, aos 2 anos, a familia do João optou por uma escola regular, disposta a tudo para que o menino se desenvolvesse.

 

As dificuldades foram aparecendo pelo caminho, mas a dedicação e apoio dos pais ao João foram fundamentais para o seu desenvolvimento. Em conjunto com a escola, que se apresentou bastante acessível nas adversidades, foram atrás de aparelhos que ajudaram o menino a acompanhar o ritmo diário de todo o restante da classe.

 

Com isso o João cresceu, se desenvolveu, e despertou nas outras crianças um sentimento de amor ao próximo, pois todos disputavam quem ajudaria o João com a cadeira de rodas ou em outras atividades regulares. João passou a se interessar cada dia mais pelos exercícios, tarefas e tudo aquilo relacionado ao ambiente escolar.

 

O desenvolvimento do João mostrou que o caminho trilhado estava correto, e mais do que isso, mostrou também que qualquer criança que tivesse apoio e atenção também conseguiria desenvolver-se. Foi exatamente nesse ponto da história, que começou a despertar nos pais do João o desejo de ajudar não apenas o seu pequeno, mas todos aqueles que precisassem.

 

A ideia ganhou força e saiu do papel. Nascia então, uma associação sem fins lucrativos que teria como objetivo principal promover o real significado da inclusão escolar além da atenção às crianças com e sem deficiência nas escolas: a Turma do Jiló, cujo nome é uma analogia ao Fruto Jiló que leva a fama de ser amargo, porém quando sabem como fazê-lo é bastante saboroso – assim como a inclusão escolar. Além de o apelido dado ao João, quando o mesmo se divertia e gargalhava junto à sua turma, ao ouvir a história do João Jiló.

 

Para João. O Jiló mais doce que já provei!

João
Seu olhar me ilumina
Seu sorriso me ensina
A crer num mundo melhor.
Aprendi com você que para tudo há um caminho.
O seu caminho foi o do amor
Da aceitação de todos que convivem com você.
Você “só não anda”,
Você “só não fala”.
Como?
Você anda com o olhar
Fala com o sorriso
Transpira e inspira emoção.
João Jiló
Sem amargo. Sem fel.
Doce como mel
Você nasceu com uma missão:
A DA INCLUSÃO.
Você nos ensina a criar espaços de aceitar e de amar a tudo e a todos com suas particularidades,
Os erros, acertos e desacertos viram desejos de transformação,
Se rompermos com as certezas paradigmáticas por séculos ensinadas,
Se com calma, abrirmos a alma,
Se virmos a diversidade como pluralidade de identidades negadas e silenciadas.
A riqueza está no plural
Que não é soma, nem síntese,
É espaço de afirmação das singularidades e diferenças.
Como tudo que é diverso, também diversos são meus versos
Transpondo barreiras no universo
Reconhecendo as diversidades
E superando as adversidades.
Baita felicidade
No meu coração!

Sandra Viana

Visão

A criança e adolescente estão no topo de nossas prioridades. Procuramos entender suas reais necessidades e tornar nossos serviços parte importante na melhoria de sua qualidade de vida, sendo relevantes para real inclusão dessas na sociedade. Nossa crença é, de que educar, desenvolver talentos singulares e conviver com a diversidade, produz mudança sustentável na vida das pessoas, das empresas e da sociedade.

Missão

Educar, desenvolver talentos singulares e conviver com a diversidade produzindo uma mudança sustentável na vida das pessoas, das empresas e da sociedade.

Valores

– Acolhimento
– Igualdade
– Equidade
– Respeito
– Integridade

Marca da Turma do Jiló

Manifesto

Para que os homens possam despertar suas essências mais profundas é preciso nutrir a alma!

Mas qual o nutriente?

A humanidade boa, tem sido construída a partir dos desejos e da imaginação que moram no corpo de cada um de nós.

E a maior barreira tem sido torná-las audíveis… tangíveis…

Mas não basta somente ver ou ouvir, é preciso absorver e compreender!

Absorver as diferenças,

O convívio em harmonia com as vontades do próximo.

Absorver a singularidade de cada indivíduo.

De cada pai, de cada filho, de cada aluno e professor

É preciso absorver o coletivo, a tolerância

A falta e a abundância.

E compreender,

que aquele nutriente essencial se chama AMOR

O nosso manifesto é esse

O de tornar possível um mundo onde não seja mais necessário se falar em inclusão

Onde TODOS façam PARTE.

 

Maria Fernanda Resende Quartiero